A IMPORTÂNCIA DA SAUDAÇÃO DA PREGAÇÃO.

Escrito por Neymarques Bezerra

A SAUDAÇÃO BEM APLICADA!


Eu trabalho em uma loja copiadora, e sempre tiro xerox de vários livros de vários gosto, e presto muita atenção em livros religiosos que aparecem na minha loja; livros das testemunhas de jeovah, da adventista do sétimo dia, e entre vários livros tirei a cópia de um livro que apareceu na minha loja, esse livro era "Erros que os pregadores devem evitar" de Ciro Sanches - editada pela CPAD. Gostei muito do livro, foi aí onde conheci as obras do Pr. Ciro Sanches; me chamou a atenção os conteúdos que parecem simples e que "não tem nada haver", mas é de vital importância para vidas de muitos. Vejo muitas críticas de pessoas que lêem os livros e não gostam, dizem que são bobagens, e que não tem nada haver.

O que quero ressaltar aqui é sobre o assunto da saudação que inicia uma pregação. Até eu mesmo quando li o primeiro capítulo que enfatiza esse termo, achei bobagem e uma coisa que ninguém presta atenção.

Ciro nos ensina em seu livro como se deve saudar uma platéia. Em simples palavras muitos pregadores iniciam seu sermão: "Saldo os irmãos com a Paz do Senhor!" ele diz que o erro nessa frase é fatal, pois muitos pronunciam a palavra saldo que tem outro significado; é que na verdade o correto é: "Saúdo os irmãos com a Paz do Senhor!". Certo, mas o ápice do que eu quero abordar não é o erro da da pronúncia da saudação e sim ( como também está abordado no livro ) para quem está emitida a saudação. Ciro Sanches aborda que o melhor é saudar: " Saúdo a todos com a Paz do Senhor!". Antes eu não dava a mínima para esse detalhe. Eu não sou pregador ainda.

Mas essa maneira de pensar mudou quando conversando com uma irmã da igreja, falando sobre cultos de jovens, ela desabafou que não gosta mais de ir aos cultos de jovens. Por que irmã? A resposta dela foi surpreendente. Ela me disse que uma vez foi a um culto de jovens e se sentiu excluída, porque um jovem pregador deu a tal saudação: "Saldo os jovens com a gloriosa Paz do Senhor!", ela não gostou da saudação, que foi direcionada apenas aos jovens e não às demais pessoas que estavam no culto. Ela entendeu que o rapaz estava começando agora, mas é muito ruim se sentir excluída e por causa disso ela criou trauma de culto de jovens.

Podemos concluir que, detalhes faz muita diferença, até mesmo numa palavra, numa saudação, num gesto e nós devemos ter cuidado com certas atitudes. Fui muito abençoado pelos livros do Pr Ciro Sanches. realmente Deus implica com detalhes e não é atôa; detalhes são de intensa vitalidade para com nossa vida sentimental, espiritual e ate natural.

Que a Paz esteja com todos.

Neymarques Feitosa.

Mural de Comentários do Facebook