Pode porventura um demônio abrir os olhos aos cegos? (2)


Ainda não me convenci de que demônios realizam curas e milagres. Acreditava eu que, demônios curavam e faziam prodígios e milagres de verdade. Cada vez que abro a Bíblia para me convencer de que isso que impregnou minha cabeça seja mentira, ou que eu estivesse enganado, mais eu me convenço mais ainda de que o poder de Satanás é limitado e nada de bom pode ele fazer para ninguém.
No livro de João vemos muitas afirmações de que, somente Deus pode realizar tais milagres. Mostra que, todos, na era bíblica, tinham consciência de que Satanás não podia realizar curas ou milagres ou algum bem edificativo para o lado do bem, ou seja, pra ninguém. Tirei essa conclusão a partir da declaração de Jesus em João 10.10 que diz a respeito das características de Satanás: “O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” O versículo em apreço é bem Claro, “Ele não vem” de forma nenhuma, a não ser para “Matar, roubar e destruir”. Isso é certo!
Os fariseus eram conhecedor disto, tanto é que vemos declarações de fariseus afirmando que demônios não curam, dando assim, a certeza de que o único a fazer tais prodígios de curas e milagres era Deus, e quem o fazia era em nome de Deus e não de demônios. A respeito dos pensamentos curvilíneos dos fariseus que, para acusar Jesus de qualquer forma, estavam saindo da linha da certeza e do óbvio, desviando os seus conhecimentos para aquilo que muitos hoje estão acreditando; os fariseus começaram a pensar e a dizer que Jesus fazia aquelas maravilhas pelo poder de Belzebu (Mt 12.24); Jesus conhecendo seus pensamentos simplesmente revidou não com uma novidade, mas com aquilo que os próprios fariseus já sabiam, e tinham certeza. Reino dividido não subsiste disse Jesus no verso 26: “Ora, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seus reino?” E por fim Jesus complementa que, Satanás não faz as mesmas obras que ele, e sim, muito diferente do que ele faz: “Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.” (verso 30)
Nicodemos também que era príncipe dos fariseus ao indagar Jesus a respeito do novo nascimento, ele incrementou a indagação com um reconhecimento de que só Deus poderia fazer tais sinais: “Ora, havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; pois NINGUÉM PODE fazer estes sinais que tu fazes, SE DEUS NÃO ESTIVER com ele.” (Jo 3.1-2).
Em João 10.20-21 Vemos uma dissensão entre os Judeus, logo após Jesus ter referido as doces palavras da parábola do Bom Pastor. Uns queriam dizer que Jesus era um endemoninhado, mas os próprios Judeus “também reconheciam que demônios não faziam tais sinais que Jesus fazia”; uns diziam para outros: "E muitos deles diziam: Tem demônio, e perdeu o juízo; por que o escutais? Diziam outros: Essas palavras não são de quem está endemoninhado; PODE porventura um DEMÔNIO ABRIR os OLHOS aos CEGOS?Concluindo eles mesmo que Jesus fazia aqueles sinais pelo pode de Deus que estava com Jesus.
Lendo muitos artigos, muitos estudiosos concluem que a expulsão de demônios, por exemplo, não era comum, ou até mesmo não havia expulsão de demônios até a chegada de Jesus. Um exemplo bem abrangente é a história do atormentado rei Saul, por espíritos maus da parte do Senhor (1Sm 16.14-15) que para se aliviar dos espíritos que o atormentava, era obrigado chamar Davi com sua harpa, e Davi dedilhando-a, os espíritos simplesmente afastava do rei Saul, apenas um alívio (1Sm 16.23), mas não se fala ali de expulsão de demônios.
Já até me falaram que na época bíblica existiam religiões pagãs, demoníacas claro, que por ser cultuados outros deuses (demônios) eram também realizado curas, porém não é isso que a Bíblia nos demonstra, pelo simples fato das pessoas se maravilharem com a novidade que Jesus vinha trazendo. Porque se curar, expulsar demônios e realizar grandes maravilhas naquele época fosse algo comum, normal, como muitos dizem que isso poderia ser de praxe de demônios, os judeus não se importaria tanto com o que Jesus fazia e em ciúme não procuravam tirar a vida de Cristo. Mas o que Jesus trouxe é algo novo, algo jamais visto.
Algo jamais visto, dizemos assim, podemos afirmar. Certo que antes os profetas realizaram curas, e até mesmo ressurreições, porém com o poder de Deus. Mas como Jesus fazia era inédito inacreditável. No antigo testamento vemos um exemplo de apelos aos deuses, ou demônios, pelo rei Acazias. O rei caiu do alto de seu quarto, pelas grades e ficou muito doente. Ao invés de perguntar a Deus, ou até mesmo pedir uma cura a Deus, ele foi consultar deuses (Baal-Zebube), ou como dizem, demônios, se sararia da doença ou não. O inimigo ou o deus falso, claro, que não faz nada que Deus faz, somente ao contrário, não deu a mínima para o pedido do rei Acazias, que doente, esperando alguma resposta por parte de deuses falsos (demônios), acabou morrendo; por quê? Porque o único que podia fazer isso por ele era Deus, e ele não atentou para o poder único de Deus para possivelmente ser curado. (2Rs 1.1-18).
Houve também no livro de João, onde retrata uma grande cura que Jesus realizou, que foi a cura de um cego de nascença, uma afirmação muito forte de que somente Deus poderia realizar tal prodígio. O cego de nascença foi visto por Jesus, Jesus interrogado pelos seus discípulos do porque que havia pecado, se era porque ele teria pecado ou seus pais; Jesus respondeu que nem o cego e nem os pais dele, mas complementou que isso deveria ser para manifestar a glória de Deus. Então Jesus fez lodo e colocou sobre os olhos do cego, e depois disto pediu para que lavasse no tanque de Siloé. Depois disto o cego começou a ver (Jo 9.1-12). Apartir do verso 9, as pessoas ficaram atônitas e começaram a duvidar de que realmente era mesmo o que era cego de nascença ou não; isso mostra exatamente de que isso não era comum na era. Depois disto o que era cego foi levado aos fariseus, e os fariseus, se encontrando sem saída, sem poder acusar a Jesus de ter feito isso pelo poder de Belzebu, porque tinham a consciência de que Belzebu não faz tal coisa, tentaram então acusar a Jesus de ter feito tal prodígio em dia de sábado, essa era a unica acusação que tinham para Jesus, e por causa disso, somente (curar no sábado) é que Jesus foi considerado por eles não sendo de Deus ( Verso 16) porque não guardava o sábado. Até indagavam: “Como um homem pecador pode fazer tamanhos sinais”? Achando Jesus pecador, por ter “violado” o sábado, e grandes sinais, reconhecendo que somente Deus é quem faz os sinais; então associaram: Pecador? Fazendo grandes sinais (de Deus)?
No verso 25 que era cego diz: “Se é pecador, não sei; uma coisa sei: eu era cego, e agora vejo.” Disso houve mais e mais interrogações ao que era cego, e por fim, nesse interrogatório todo o cego dar a palavra final dizendo claramente o que os Judeus já sabiam: “Desde o princípio do mundo nunca se ouviu que alguém abrisse os olhos a um cego de nascença” (verso 32) E complementou com o que derruba toda tática de pensamento de que demônios fizesse tal coisa: “Se este não fosse de Deus, NADA poderia fazer” (verso33). Ele determina que sem Deus, NADA disso que Jesus fez (sendo Jesus Deus) poderia fazer. E temos a concordância desta afirmação do que era cego, da boca do próprio Jesus; Jesus diz claramente: “Em verdade, em verdade vos digo: AQUELE que CRÊ em mim, esse também FARÁ as obras que eu faço, e as fará MAIORES do que estas; porque eu vou para o Pai...” (Jo 14.12). Jesus deixa bastante claro, que só quem faz as obras que ele fez, e até mesmo maiores, é só para quem tem Deus na vida, e que crê em Deus pai, conforme as palavras de Jesus.
Mas não vemos na Bíblia que Satanás tem PODER, para fazer sinais e prodígios? Verdade, já vi muitos dizerem isso, que Satanás tem sim PODER para fazer sinais, mas há uma complemento para isso. Em 2 Tessalonicenses 2.9-10 diz isso: “segundo a EFICÁCIA de Satanás com TODO o PODER e SINAIS e PRODÍGIOS [só que tudo isso não passa...] de MENTIRA, e com TODO O ENGANO da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos” colchetes meus. Então vemos que Satanás pode fazer sim, sinais, prodígios, mas tudo não passa de uma mentira e engano para os que perecem, ou seja, para aqueles que não crê em Deus. As pessoas que são entregues a Satanás pela natureza, ou são entregues a Satanás pela desobediência, são passíveis aos enganos do inimigo, se iludindo com falsas curas e milagres que não são milagres, nem servem para edificação alguma de ninguém.
Temos um caso bem popular onde a falcatruagem é bem notada. Um caso de um espírito, de um tal de Dr° Fritz, onde passava na TV, na internet também vemos bastantes vídeos de curas, e cirurgias realizadas pelo tal espírito do tal doutor. As denominações evangélicas, claro, afirmam ser o Doutor apenas um demônio que realiza curas, como Satanás tem o poder de realizar tais curas, muitos não tem a mesma coerência que os fariseus, mesmo errados, mas reconheciam o poder supremo de Deus, sendo o único autor de tais maravilhas.
Se tratando do Dr° Fritz, que é, ou foi, um grande exemplo do trabalhar de Satanás como o bonzinho curandeiro das pobres pessoínhas que não querem recorrer aos remédios, ou não querem recorrerem a Deus para serem curadas, e acabam que nem o rei Acazias, morto por ser enganado por falsas escapatórias, não se submetendo ao grande poder VERDADEIRO de Deus.
Eis uma reportagem: O pior é que, ultimamente, quando aparece alguma notícia ligada a tão singular figura é justamente nas páginas policiais. Observe-se, p. ex., esta reportagem extraída do "Jornal da Tarde" em 27 de maio de 2000:
Justiça decreta prisão do `Dr. Fritz'

O juiz presidente do 1º Tribunal do Júri, José Ruy Borges, recebeu ontem denúncia do promotor Fernando Pastorelo Kfouri contra o médium Rubens de Faria Júnior, que diz incorporar o espírito do "Dr. Fritz", e decretou sua prisão preventiva.

O promotor acusa Faria, que está foragido e envolvido em outros inquéritos, de ter antecipado a morte de Vanessa de Biafi, que sofria de leucemia. A vítima foi convencida pelo médium a abandonar tratamento médico no Hospital das Clínicas, com a promessa de "cura miraculosa" em suas sessões.
Ao preço de R$ 20 cada uma, as sessões aconteceram em um galpão na Rua dos Patriotas, no Ipiranga, de 25 de julho de 1997 até 14 de agosto do ano seguinte. No último atendimento, Vanessa sentiu-se mal e foi internada no Hospital Leão XIII, onde faleceu três dias depois.

O juiz marcou o interrogatório do médium, caso ele venha a ser preso até lá, para o próximo dia 30 de junho.

Se já é revoltante saber o quanto os médiuns espíritas prejudicam suas vítimas com os crimes de charlatanismo, exercício ilegal da medicina e lesão corporal, muito pior é constatar casos como este, ou seja, em que paira uma acusação de homicídio. Até que ponto estes indivíduos vão continuar fugindo, ou usando de todo tipo de manobra judicial, é também de deixar qualquer um indignado.

Caso fôssemos acrescentar aqui também sobre o prejuízo para as almas, em seguir os preceitos espíritas, pior ainda o resultado.

No entanto, vamos nos limitar a uma simples pergunta: Por que a pobre Vanessa morreu ? A reportagem mostra: porque que sofria de leucemia e parou o tratamento tradicional, para ficar apenas recebendo os passes espíritas.
Isso é apenas uma das muitas denuncias de morte por falta de tratamentos médicos, sendo as vítimas levadas a acreditarem ser curadas, pelo tal espírito do tal Dr. que nem sabemos se existiu, e se assim for demônio, sabemos que o tal demônio nada tem haver com prodígios e maravilhas que o tal vinha realizando, ou seja, nenhuma, tudo foi de mentira, de engano como a própria Palavra nos adverte em 2Tessalonissensses 2.9-10.
O inimigo não anda perdendo seu tempo fazendo o bem a ninguém, ele trabalha da forma contrária a de Deus, e explicitamente, só não ver quem não quer. Satanás vem propagando o seu trabalhar nas televisões, na internet, nas rádios em todo o lugar, mas ninguém quer enxergar satanás solto e levando milhares e milhares de almas para o inferno. Ele não anda dentro de igrejas ou em centros de macumbas curando ou expulsando ele mesmo. Ele faz e acontece e mostra quem manda. Pobres de nós, se não nos agarramos em Deus, e crê nele, e ver nele as soluções para nossos problemas, cairemos nas garras do inimigo de nossas almas, como muitos. E com isso ele engana até os escolhidos, e nós escolhidos, tenhamos cuidado, e que venhamos a prestar a atenção na Bíblia, que nos diz a verdade, e o que precisamos fazer para agradar a Deus e conhece-lo em sua plenitude. Não desviemos os nossos olhos ou a nossa atenção para heresias, no engano. Deus é Verdadeiro, e ele criou todas as coisas, e só ele ageem tudo. Deus criou tanto o bem como o mal, Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.
Concluo aqui ainda, mas em aberto o artigo, pois mais e mais quero estudar ainda sobre este assunto... Minha conclusão está aberta ainda, mas com uma leve certeza disto que apresento neste artigo, procurarei, como disse, estudar mais e mais, aprender mais sobre o tal assunto. Aceitarei as opiniões de meus leitores e amigos para me ajudar nessa travada incerteza de referido assunto.
Paz a todos e um Feliz 2011 cheio de muita Paz e grandes bênçãos do Senhor.
Neymarques Feitosa.

Comentários

  1. Muito bom o estudo, Satanás não tem o poder de curar.

    ResponderExcluir
  2. Muito bem escrito. Obrigado

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MASTURBAÇÃO FEMININA

POR QUE NÓS CRISTÃOS DEVEMOS SER DIFERENTES?

COMO ASSIM OS TÍMIDOS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS?