Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

QUANDO OS ANJOS E AS SERPENTES DANÇAM

Imagem
Olá caros leitores, estou de volta com mais um artigo. Na realidade esse post não será bem um artigo e sim um desabafo meu. Andei muito preocupado com coisas fúteis; andei fazendo perguntas que não existem respostas e se existe, só Deus as pode dar, mas creio eu que Deus não ficou muito interessado de me responder, e sei por que, não pelo fato de saber das respostas, porque realmente eu não sei; tanto é que eu adoeci espiritualmente por causa disto; mas sempre tive a certeza de que Deus jamais vai trazer a tona do porque das minhas perguntas.Como falei, eu adoeci espiritualmente por certas coisas que eu já sabia que acontece em todo o mundo e muita gente só não é cristão por causa disso. Tenho certeza de que foi o inimigo quem colocou isso na minha mente, mas conto sempre coma a ajuda de Deus, e a força do Santo Espírito para superar essas crises filosóficas que o inimigo vem implantando na mente das pessoas e tendo bom êxito com essas dúvidas e incertezas geradas no ser humano a res…

O CAMINHO A TRILHAR E A PORTA A ENTRAR!

Imagem
"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram." (Mt 7.13-14).
Para melhor definir este verso bruto de Mateus, podemos concluir que há apenas duas portas, a estreita e a larga; dois caminhos, o espaçoso e o apertado. Como já falei aqui no Blog, eu amo a Bíblia, a Palavra de Deus e acredito nela por sua veracidade e facilidade de compreensão de seus leitores sobre o que a Bíblia quer passar aos seus praticantes. A Bíblia não é um livro enrolado e complicado como muitos pensam - claro que ela tem seus mistérios e muitos deles cabe somente a Deus revelar - mas a mensagem geral que a Bíblia nos passa não nos deixa duvidas e não nos dar muitas sugestões de escolha.
Nunca encontraremos meio termo na Bíblia, nunca vamos nos deparar com "mais ou menos", "quase", "talvez",…