A SEVERA LEI DO A.T. OU A MANSA GRAÇA DE JESUS?

A SEVERA LEI OU A MANSA GRAÇA DE JESUS?


Não entendo porque os adventistas do sétimo dia (AD) nos criticam tanto, enfatizando que nós cristão guardamos o domingo como os judeus guardavam o sábado na era da lei. Em primeiro lugar, nós cristãos não guardamos o domingo, ou dia algum, assim como os adventistas "dizem" guardar o sábado conforme a lei.


Os adventistas do sétimo dia dizem que devemos guardar os mandamentos, por que foi a única lei em que o próprio Deus escreveu nas tábuas, e que o resto das leis, que eles alegam serem cerimônias, assim como as festas e os sacrifícios, foi abolido; contudo a lei das tábuas, não podem de forma alguma ser abolida. Certo!


Os adventistas criticam tantos os cristãos acerca da carne de porco! Dizem que não devemos comer por ser impuro, e que Deus determinou que não pudéssemos comer. Isso era uma lei, não era? Então se todas as outras leis foram abolidas, menos a Lei que Deus escreveu nas tábuas (o decágono ), por que os adventistas ainda continuam seguindo essa lei de a carne de porco ser impura, que não consta no decágolo, como se essa lei não fosse abolida, ou como se estivesse no decágolo? É muito contraditório não acharem? O próprio Jesus considerou todos os alimentos puros, observem bem, TODOS, sem exceção de nenhum (Marcos 7.19). E ainda vivem nessa!


Primeiro, a guarda do sábado foi apenas para os judeus, tanto é que a Bíblia faz a distinção de quem é judeu e quem não é (Ef 2.14-16). A Bíblia fala do Concerto da Lei, conhecido como o Antigo Concerto, Antiga Aliança, Antigo Pacto ou Velho Testamento e o Novo Concerto, ou Nova Aliança, também conhecidos como o tempo da Graça. Os 10 mandamentos são encontrados dentro do Antigo Concerto e assim quando os ASD nos interrogam por que não guardamos o Sábado, que é o quarto mandamento, respondemos que o Sábado está tão integrado dentro do decálogo, quanto o decálogo, por sua vez, está integrado no Antigo Testamento. Este, segundo a Bíblia, foi abolido e substituído pelo Novo Concerto – O concerto da graça.


ASD falam que realmente estamos no novo concerto! Mas se estamos no novo concerto, por que haveremos de viver no antigo? Ah, mas os AD dizem que as tábuas da Lei que Deus escreveu permanecem para sempre. Mas as tábuas da lei são o Antigo Testamento, e não estão fora disso (Dt 4.12-13); (Dt 9.9-10 ); (Êx 34.27-28). Se houve um Novo Testamento, com certeza o velho teria de ser abolido, como o mesmo foi considerado um concerto defeituoso, e que de lugar para o novo concerto. Leia Hebreus 8.6,7e 13.

Os ASD defendem a guarda do sábado enfatizando a soberania de Deus, sendo que Ele não muda (Ml 3.6) e que Jesus Cristo realmente é o mesmo, ontem, hoje e para sempre (Hb 13.8). Graças a Deus que Ele não muda e não mudará pois Ele é maravilhoso e misericordioso, e faz tudo para o bem daqueles que amam a Deus. Concordamos que Deus nunca muda, e o que Ele fala, Ele cumpre, por que Deus não é homem pra mentir (Nm 23.19). Mas também devemos saber que Deus é um Deus de misericórdia e a sua bondade dura eternamente (1 Cr 16.34); vendo Deus que a lei já era pesada para cumprir, e visto que ninguém conseguia cumprir todas as leis, consideradas contrárias a nós, por que éramos obrigados a obedecer (Cl 2.14 ), também considerado um jugo pesado, que nem mesmo os judeus antigos podiam suportar (At 15.11-12); decidiu Deus ab-rogar por meio da nova aliança, por que a antiga era inútil e fraca (Hb 7.18).


Apesar da eternidade do que foi imposta por Deus aos judeus, vemos que com o novo concerto muitas coisas foram mudadas até mesmo para os Judeus. A maior prova de que a guarda do sábado, assim como os demais mandamentos, do decágolo e também a cerca da carne de porco, eram apenas para os judeus, que ao ponto de vista do novo concerto hoje eles violavam muito o mandamento que o próprio Deus determinou a eles. Por exemplo: Na Lei de Deus, nas tábuas da lei, escritas pelo dedo de Deus, fala claramente "Não Matarás" (Êx 20.13), certo? Isso significa que eles não podiam se matar entre si, não podia um judeu matar outro judeu. Porém os demais das outras nações, Deus ordenou muito ao povo de Israel, ao entrarem em uma cidade, matar todos os que não eram judeus, quem eles encontravam na frente, meninos e crianças, mulheres e bebês (Js 8.1,8,22;) (1Sm 15,3); (2 Cr 25.13). Ah! Também do roubo, podemos ver que na Lei de Deus também diz "Não Furtarás"; mas vemos Deus mandando o povo de Israel saquear, ou seja, roubar os bens das cidades, logo depois de grande matança (Js 8.2); (2 Cr 14.12-15); (2 Cr 25.13); (2 Cr 28.8). Não seria muito contraditório Deus ordenar que não matasse e depois mandar matar passando por cima de sua própria Lei que nunca muda? A Lei não muda ou Deus que nunca muda? Ora, na lei quando uma mulher ou um homem adulteravam, deveria ser apedrejados até a morte; mas hoje não é mais assim, porque? Houve ou não houve uma mudança na lei? e quem mudou as leis, foram nós ou foi o próprio Deus? Certamente foi Deus, vemos isso no caso da mulher adultera ( Jo 8.3-11 ), quando os escribas e fariseus levaram ela a presença de Jesus, onde ele mesmo provou que ninguém poderia seguir completamente a lei, é aí onde vemos Deus, que é Jesus, mudar a lei por ser ela inútil e motivo de injustiça dos fariseus e escribas em relação ao povo pecador.

Hoje existem muitos fariseus, que apontam os termos da lei velha, vangloriando-se como os fariseus ( Mc 12.38-40) se vangloriavam por ser seguidores da lei e querendo ser melhor do que os outros, só por que observavam a lei, mas por dentro eram cheios de pecados. Hoje o mundo está cheio de fariseus assim. Muitos dizem ser os verdadeiros Cristãos, enganados observando preceitos velhos e sem valor em relação ao novo concerto de hoje.


Podemos ver que os ASD estão muito enganados a respeito das Leis de Deus, se dizendo guardar puramente as Leis de Deus. Será?

Certo que a Igreja católica e os pagãos aderiram o domingo como dia de descanso mundial secular. Mas o que temos nós cristãos evangélicos com os pagãos e os católicos que sempre vieram discordando dos preceitos bíblicos? Não houve uma reforma separando gradualmente os cristãos evangélicos dos católicos (que muito aderiu ao paganismo) fazendo revisar mais ainda os reais preceitos de Deus com todo o povo da terra? Os ASD têm que parar de enfatizar que nós evangélicos guardamos o domingo. Não guardamos dia nenhum, isso foi uma advertência de Paulo quando vemos que ele fala acerca da guarda de dias: "Agora, porém, que já conheceis a Deus, ou, melhor, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir? Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Temo a vosso respeito não haja eu trabalhado em vão entre vós” (Gl 4.9-11). Eu particularmente sou comerciante e trabalho aos dias de domingo, não guardo dia nenhum e nenhum da minha igreja, por que a guarda do sábado constada dentro dos seus mandamentos, que constados no Velho Testamento, na qual foi abolida (Hb 8.13). Então por que haveremos de guardar dias? (Gl 6.9).


Não temos culpa se o mundo secular aderiu o domingo para descansar!

Na Santa Paz de Cristo Jesus a todos!

Neymarques Feitosa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MASTURBAÇÃO FEMININA

POR QUE NÓS CRISTÃOS DEVEMOS SER DIFERENTES?

COMO ASSIM OS TÍMIDOS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS?