PARA DEUS, EXISTE PECADINHO E PECADÃO?


Roubar uma agulha tem as mesmas consequências e gravidades de quem mata uma pessoa? Deus considera ambos o mesmo nível de pecados, ou Deus faz diferença entre um e outro? O que a Bíblia diz sobre isso?

Se formos olhar na Bíblia, Deus faz sim diferença entre pecadinho e pecadão, principalmente no velho testamento. Lá em Levítico, por exemplo, dar uma alusão dos diversos tipos de sacrifícios a serem oferecidos pelos mais diversos tipos de pecados que o povo de Israel cometia. Isso significa, que o pago por eles foi na terra através de sacrifícios de diversos animais. Se Deus considerasse o pecado de roubar uma agulha o mesmo grau de nível de um assassino, Deus teria estabelecido apenas um tipo de sacrifício para expiação dos pecados. Isso podemos ver nos capítulos 1 ao 7 de Levítico e também no capítulo 24 onde fala a respeito do pecado para a morte, que é a blasfêmia.

Jesus fala a respeito desse pecado em Mateus 12 e versos 31 e 32 que "Todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Se alguém proferir alguma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á isso perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será isso perdoado, nem neste mundo nem no porvir." Então com base destas palavras que Jesus falou, vemos claramente que Jesus não considera iguais todos os pecados. 

Há também outra referência a respeito disso em Mateus mesmo, verso 20 do capítulo 11 que diz: " Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom se tivessem operado os milagres que em vós se fizeram, há muito que elas se teriam arrependido com pano de saco e cinza. E, contudo, vos digo: no Dia do Juízo, haverá menos rigor para Tiro e Sidom do que para vós outras." O próprio Jesus falando. então podemos perceber que Jesus trata de formas adequadas para cada tipo de pecado. Deus não seria injusto de condenar uma pessoa que pecou em pensamentos, com o mesmo rigor de uma pessoa que cometeu o ato concebido poderia receber. Mesmo porque em Tiago 1.13-15 diz que o pecado só gera a consequência, que é a morte (tanto espiritual quanto física), quando esse for concebido. 

Mas porquê Jesus nos diz que, quando um homem, desejando a mulher do próximo, já estaria cometendo adultério? Jesus nos diz isso porque sabemos que todas as atitudes de um homem nasce da "cachola", da mente. Todas as nossas atitudes, antes de serem executadas, elas passam primeiro por uma bateria de análises e concepções no nosso cérebro; depois de o nosso cérebro conceber, e a consciência determinar é que iremos agir de tal forma. Então, se estivermos pensando em pecados, certamente iremos pecar. Leia mais sobre isso em Filipenses 4.8-9.

Certo. Mas se Deus faz distinção entre pecadinhos e pecadões, então porque nos diz a Palavra de Deus que os ímpios, tanto os que cometeram pecadinhos e pecadões, padecerão em uma recompensa de tormentos eternos no lago de fogo?  Realmente isso é uma realidade. A alusão de não ter mais distinção entre pecadinho e pecadão, se baseia na realidade do fato de que o inferno, o lago de fogo eterno foi preparado para o Diabo e seus anjos, conforme Mateus 25.41 e Apocalipse 20.10. A respeito da consideração entre pecadinhos e pecadões se diz respeito a consequências terrenas e não as eternas. 

O simples fato de que uma pessoa, que passa a vida inteira de pecados, vivendo pecando, matando, roubando e no ultimo momento de sua vida se retratar e aceitar a Jesus como Salvador e reconhecer que só nele há salvação, ela será salva e viverá eternamente com Cristo, conforme o que aconteceu com o Ladrão na cruz (Lucas 23.43). A mesma coisa acontece com quem vive uma vida cristã durante toda sua vida, mas no ultimo momento da sua vida, ou na vinda de Jesus a pessoa estiver em pecados e não tiver pedido perdão pelos pecados, por mais pequeno que seja, isso implicará e muito na condenação do indivíduo, na qual viverá eternamente em sofrimentos eternos no lago de fogo, conforme Apocalipse 20.15.

Então que possamos tomar cuidado com pecadinhos e pecadões; Deus pode até fazer distinção entre eles, mas o menor pecado que seja, pode implicar e muito na sua condenação e você sofrerá a grande pena que está reservada para Satanás e para os ímpios, os desobedientes a Deus, conforme Mateus 7.19.

Paz do Senhor a todos

Neymarques Feitosa.

Comentários

  1. realmente existe, o pecado pequeno e o grande, só que a diferencia é muito pouca, mesmo sendo pequeno continua sendo pecado

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MASTURBAÇÃO FEMININA

POR QUE NÓS CRISTÃOS DEVEMOS SER DIFERENTES?

COMO ASSIM OS TÍMIDOS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS?