EVANGELIZANDO COM RITMOS MUNDANOS E MUSICAS PESADAS. DAR PRA GANHAR VIDAS PARA CRISTO ASSIM?



Recebi um comentário de um anônimo que argumentava: Antes de me converter eu escutava rock, metal e os seus derivados... se minha conversão foi verdadeira, eu tenho que parar de escutar o que eu gosto?         Creio que os mais diversos ritmos devem ser usados para ganhar almas, atingir os mais diversos públicos. O Oficina G3, com seu cd mais recente, o 'Depois da Guerra', trás uma melodia pesada, com belos solos de guitarra e pedal duplo, a letra está dentro da palavra. Por ser metal é algo que desagrada ao Senhor?      Quanto á tatuagem, foi questionado o fato: Quem ganharia mais almas? Um barbudo tatuado 'Renascer' ou um cara de terno?

Será mesmo que os ritmos pesados servem mesmo para ganhar vidas para Cristo? E quanto a tatuagem, influi para o convencimento de alguém fazer parte do corpo de Cristo?  A minha resposta ao querido Anônimo que me questionou foi a seguinte:

 Anônimo eu entendo perfeitamente a sua situação, passei por isso. Olha, é o seguinte, de forma nenhuma digo que é pecado escutar estilo tal, é algo bem diferente, a posição de um cristão, a cerca de certos estilos. Outra coisa, parem de pensar que estilos de Rock, de Funck, de Hap faz como que almas se convertam. Ritmos nenhum servem para evangelismo. Como você mesmo disse, as pessoas gostam do estilo, do ritmo em si... A Letra não tem tanta importância.

Você diz que a letra faz diferença e tal. Mas é um engano muito grande colocar a "letra" a frente do ritmo, pois se fosse a letra que fazia diferença em algumas músicas, muitos estariam gostando, também, dos hinos da Harpa Cristã, Cantor Cristão ou Hinários. Como mesmo cito aqui no blog, de muitos jovens que gostam de certos estilos, dizendo ser por causa da letra, mas quando perguntamos se os tais gostam dos Hinos da Harpa Cristã, fazem expressões de desprezo e dize: "Credo, eu odeio os hinos da Harpa Cristã!". nem sequer tem um apreço pelos hinos da Harpa Cristã, seria bem diferente se o interesse fosse mesmo a letra. Então a questão não é a "letra", muito menos a Palavra de Deus que está supostamente "inserida" nela e sim o ritmo. Ritmo vem em primeiro lugar em tudo.

Não adianta vir com onda de letra disso e aquilo... Não cola! Você "aceitou" a Cristo (não estou julgando), não por causa da imposição da Palavra para sua vida, mas sim, pelas condições de certa igreja a que adequam preceitos de Deus aos gostos das pessoas, simplesmente porque aceitam vários estilos diferentes e outras coisas que não convém (1 Coríntios 6.12).

Outra coisa querido, não existe melhor meio de se ganhar almas, a não ser pregando a Palavra de Deus. Jesus é um maior exemplo de ganhador de almas; quando esteve na terra, ele não andou por aí fazendo shows e tocando guitarras pesadas para as pessoas serem "libertas". Ele pregou a Palavra de Deus "E conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará" (João 8.32).

Outro exemplo bom de se ganhar alma, foi mesmo em Atos 2, versos 14 ao 41, onde Pedro, cheio do Espírito Santo, pregou a Palavra de Deus e somente naquele dia quase três mil almas foram salvas. E não houve ali shows, luzes coloridas, bateria pesada, arrotos em microfones e outras parafernálias que são do mundo. Muito menos Pedro precisou se encher de tatuagens para ganhar almas. E sim, apenas um mero homem que falou a Palavra de Deus e nada mais. Vemos que o que faz o efeito de transformação e ATRAÇÃO é APENAS a Própria Palavra de Deus, e SÓ. A Palavra de Deus que liberta ( João  10.32) Não precisa de ajuda de estilos, ritmos mundanos para fazer efeito, A própria Palavra em si toca no coração da pessoa, sara a alma e aviva o espírito. E o maior convencedor disso é o Espírito Santo, Autor da Própria Palavra de Deus (2 Timóteo 3.16).

O que converte a pessoa é a Palavra de Deus e não rítimos, músicas e gostos que a carne almeja. Paulo é bem claro ao afirmar que " A fé vem pela pregação, e a pregação, pela Palavra de Cristo", em Romanos 10.17.

Então querido, ou querida, não vamos adequar os preceitos de Deus aos nossos gostos, ao contrário, vamos nos adequar ao que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável, de boa fama e se alguma virtude há e se algum louvor existe (Lembrando que louvor é algo que rendemos a Deus, e não ao nossos desejos do coração, como gosto de ritmos e músicas), que seja isso que deve ocupar os nossos pensamentos (Filipenses 4.8).

Só pra finalizar; Jesus disse " Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me" (Mateus 16.24).

"Deus nunca mudou, ele é o mesmo ontem, hoje e sempre será" (Apocalipse 1.8).

Na Paz em Cristo Jesus

Neymarques Feitosa.

Comentários

  1. É isso ai amigo, lendo esse post, até me lembrei do comentario que respondi para um anonimo sobre isso.
    As pessoas gostam de confundir as coisas.
    Fica com Deus.

    Paz.
    LAIS-PR

    ResponderExcluir
  2. Por favor irmãos, separem o joio do trigo.
    Não é porque a pessoa que canta o faz de uma maneira diferente que isso a torna menos importante que hinos da harpa cristã e etc.
    Em minha singela opinião, uma música de louvor e adoração tem que me tocar emocionalmente e principalmente dizer algo que é o desejo do meu coração, como uma oração. Mais importante que qualquer ritmo, seja ele rock-gospel, funk-gospel, hiphop-gospel etc. é a forma qual isso me comove e me coloca mais próxima do Pai. Digo isso pois quando ouço rock voltado à Deus, fecho meus olhos, e é como se eu estivesse falando frente a frente com Ele, e eu não consigo toda essa intimidade com algum ritmo que eu não consiga ficar a vontade. É como uma história que ouvi um dia na EBD, "ore de alto, baixo, sussurrando, clamando, em silêncio... desde que seja de coração, não importa a forma, apenas ore."
    Assim como Deus não se importa com minha aparência, acredito que ele não se importará com a forma que eu alcance intimidade com Ele, desde que eu faça de coração.
    "Bela noiva, corpo de Cristo, forte e unificante, regojize e cante conosco: Aleluia..."(Música de uma banda de rock chamada Flyleaf, "Beautiful Bride")
    A Paz do Senhor
    Chis P.

    ResponderExcluir
  3. A minha opinião é que devemos ter um certo respeito com Deus, oq esta acontecendo com os cristãos de hj em dia, colocando coisas do mundo para dentro da igreja, qui coisa mais sem noçao, a música tenque ser com um som melodioso, como o canto dos passaros, da natureza... em fim... IMAGINEM VC ESCUTANDO UM ROCK OU UM FUNK GOSPEL.. VC ACHA QUE SEU ANJO OU O ESPIRITO SANTO VAI PERMANECER LA? NA ALGAZARRA? NO BARULHO? VC ACHA QUE DEUS SE AGRADA DISSO? PARE UM POUCO PRA PENSAR... TEM MUITAS HISTORIAS DA BIBLIA QUE PODEMOS REFLETIR E COMPREENDER QUE DEUS NAO SE AGRADA DESSAS COISAS... DAQUI A POUCO VAO FAZER UMA BALADA DENTRO DE UMA IGREJA, VCS TAO SENDO ENGANADOS, VCS PRECISAO ACORDAR, JESUS ESTA VOLTANDO, E VC ACHA QUE NA VINDA DELE, SERA TOCADO UM FUNK GOSPEL? MT ENGANADO VAI SER SONS DE TROMBETAS.. PENSEM BEM AMIGOS. FIQUEM COM DEUS!

    ResponderExcluir
  4. TEMOS QUE ADAPTAR A NOSSA VIDA A BLÍBIA,E NÃO A BLÍBIA A NOSSA VIDA.TEMOS QUE LEVAR A IGREJA AO MUNDO,E NÃO O MUNDO A IGREJA.

    ResponderExcluir
  5. AO QUE DISSE QUE A MUSICA DEVE TOCAR EMOCIONALMENTE, QUERO DIZER QUE SENTIR EMOÇÕES FORTES,NBEM SEMPRE SIGNIFICA QUE É O E. SANTO, PODEMOS CHORAR AO OUVIRMOS MUSICAS ROMANTICAS MUNDANAS, SE BEM QUE AS ROMANTICAS GOSPEL SAO AS MSMAS COISAS, ETC..
    EXISTEM RITMOS QUE NÃO DEVEM SER USADOS EM UM CULTO DE ADORAÇÃO AO SENHOR, IMAGINA OS ANJOS NO CEU ADORANDO A DEUS DANÇANDO FUNK..... FALA SÉRIO

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MASTURBAÇÃO FEMININA

POR QUE NÓS CRISTÃOS DEVEMOS SER DIFERENTES?

COMO ASSIM OS TÍMIDOS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS?