A IGREJA É QUEM PRESSIONA AS PESSOAS A SEGUIREM DOUTRINAS?


Muitas pessoas não gostam de certas denominações, pois tais são rígidas em suas doutrinas; porque não podem usar calça, não podem usar maquiagens, não podem usar jóias, isso ou aquilo outro!  As pessoas colocam na cabeça que isso não influirá nem contribuirá com nada em sua vida espiritual, mas as evidências são gritantes.

No ultimo sábado levei a mocidade de minha igreja  a uma blitz evangelística com demais jovens da área tribo de Zebulom.  O nosso grupo de teatro e de coreografia foram apresentar números no meio da rua, para dar ênfase ao entretenimento do evangelismo. Mas aquele sábado Deus falou muito comigo a respeito do juízo final, e das pequenas coisas que impediriam de muitas pessoas a não entrarem no reino de Deus; foi incrível!

Todo a galerinha do grupo de teatro levaram uma bolsa com as roupas de seus personagens para se trocarem no local da apresentação, mas teve uma jovem que, por falta de informação, já foi vestida com a roupa da personagem que ela foi apresentar, que era de uma mulher rica e muito vaidosa. Com isso, ela foi com uma roupa meia que imprópria, meia devassa e com uma maquiagem pesada no rosto. Apresentamos a peça na calçada, de frente pra rua e foi uma bênção. Terminou a peça, todo mundo se trocou, pegaram os panfletos e foram evangelizar enquanto outros grupos apresentavam, e a jovem não pode se trocar, mas ela pegou os panfletos e foi evangelizar da forma que estava.

Todos felizes, proclamando no meio da rua que Jesus é bom; que Jesus está voltando; que Jesus nos ama e tal... Mas houve um momento em que uma mulher parou em uma moto e essa jovem foi evangelizar para essa mulher. Quando ela entregou o panfleto, a mulher fitou os olhos na jovem e perguntou; como essa menina está evangelizando dessa forma, do jeito que está? "Ela é crente?"  E com isso a jovem foi impedida de evangelizar. Mas por querer fazer algo, pegou a bandeja de refrigerantes para servir as pessoas que passavam de carro, mas mesmo assim as pessoas olhavam pra ela de forma estranha, até que um dos líderes de jovens que estavam comigo me aconselharam a pedir pra ela parar de servir refrigerantes, pois ela estava imprópria, porque as pessoas estavam reclamando por ela estar daquela forma.

Fiquei triste e a jovem também ficou, pois foi impedida de evangelizar, de trabalhar; não porque a doutrina da igreja a qual pertencemos a impediu, e sim as próprias pessoas do mundo quem a pressionou por estar daquela forma. Então aí o Senhor falou comigo naquele dia: "Não é a igreja quem pressiona as pessoas a viverem uma vida diferente e santificada, e sim as pessoas do mundo, os não cristãos."  Fiquei intrigado com isso e queria respostas.

Mas na mesma hora me veio a resposta e o Senhor conversando comigo havia me dito: "O mundo tem medo que essa luz, que é a igreja, se apague; o mundo tem medo de que esse sal, que é o povo de Deus, perca o sabor". Aí me veio a reflexão de vários evangelismo que já fiz em minha vida, onde as pessoas me dizem que quando elas forem realmente tomar a decisão de ser cristãs, elas serão realmente verdadeiros crentes, diferentes.

As pessoas do mundo nos olha como um referencial, como algo de destino de necessidade para a vida delas. Pois quando vivemos no mundo, sabemos que a vida que levamos não é nada boa, e as pessoas tem consciência disso; por isso que elas precisam de algo totalmente diferente da vida de opróbrio que elas levam, e a unica válvula de escape é seguir uma vida digna e diferente em Jesus Cristo.

"Quero ser crente como o Pr. Raul Cavalcante, home íntegro cristão de verdade!" É muito difícil as pessoas te olhar como um referencial de verdadeiro cristão. Antes era positivo a ideia de ter alguém como espelho positivo, mas isso tem invertido. "Pra que ser crente? Pra ser que nem a fulana de tal que diz que é crente? Vou nada." E porque acham que certas pessoas dizem isso? Simples. Porque o cristão deve ser reconhecido, não apenas no interior, como muitos pregam usando o texto de 1 Samuel 16.7 para enfatizar que "Deus só quer o coração". 

A Respeito de Deus requerer que nós tenhamos tanto o interior como o exterior santificados, a Bíblia nos mostra dois textos que é praticamente um golpe contra esse conformismo do diabo que diz que tudo pode, tudo é normal. Em 1 Tessalonicenses 5.23 diz: "E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo." E 1 Timóteo 2.9-10: Quero, do mesmo modo, que as mulheres se ataviem com traje decoroso, com modéstia e sobriedade, não com frisar nos cabelos, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos custosos, mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.

Tanto no exterior, para que o mundo possa ver, como no interior, onde Deus sonda nosso coração (Salmo 139.2) temos que estar impecável. Isso não é coisa de doutrina de igreja, muito menos invenção de pastores, e sim a própria Palavra de Deus nos aconselha a viver uma vida santificada, porque a consequência disso é a cobrança do mundo que nos ver com o brilho de Jesus Cristo, para não nos questionar a cerca da veracidade da nossa vida em Cristo.  Amém!

Neymarques Feitosa

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MASTURBAÇÃO FEMININA

POR QUE NÓS CRISTÃOS DEVEMOS SER DIFERENTES?

COMO ASSIM OS TÍMIDOS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS?