BAGUNÇA TEOLÓGICA POR FALTA DE CONHECIMENTOS BÍBLICOS



A minha maior revolta com a Assembléia de Deus é que a nossa doutrina jamais entrará em acordo, tanto com as escrituras sagradas, quanto com os demais teólogos, pastores e estudantes da Palavra de Deus de acordo com as doutrinas denominacionais que direcionam um determinado conhecimento que todos devam seguir.  Já tive muitos problemas com controvérsias de pensamentos, teses e bases bíblicas com demais teólogos que existem em minha congregação. Nenhum deles entram em acordo com o outro a respeito da maioria das doutrinas bíblicas em que cada um acredita no que quer e pronto.

Estudantes de qualquer curso, de qualquer matéria acadêmica em uma universidade, estudam pra conhecer o que já é estabelecido, e com base do que já é estabelecido fazem novas descobertas e todas elas tem que estar de acordo com a matéria em si, seguindo os padrões naturais nas quais a própria matéria direciona. Um geógrafo, por exemplo, quando vai estudar, aprende que Londres é a capital do Reino Unido e pronto. Não tem eu acho, não tem teses para algo que já tem limites estabelecidos, e todos os geógrafos do mundo vão concordar que realmente Londres é capital do Reino Unido. Assim como acontece na matemática: Se aqui 2 + 2 = 4 no Japão também vai ser a mesma coisa. Todos os matemáticos do mundo inteiro vão concordar com isso pois é algo que não pode se fundar em teses, eu acho, eu penso...

Já na teologia, é diferente. Você nunca vai estudar teologia para aprender e se formar, ninguém se forma em teologia. Um Teólogo não estuda pra aprender o que já está posto, um teólogo estudo para fazer de tudo para defender o que acha que é a verdade e acabou. Um teólogo não se forma para pegar o diploma e dizer: "Agora aprendi o que é A teologia" e sim "Agora vou fazer a MINHA teologia". Esse é o problema, nenhum teólogo entra 100% em acordo com nenhum outro; todos são donos da verdade. Aí está a razão de haver essa bagunça teológica em nosso meio.

Falo muito dos adventistas, mas eu tenho uma admiração muito grande a respeito da forma que os ensinamentos são passados e o controle sobre o que acreditam e creem. Você jamais verá um adventista do sétimo dia discordar do que a sua própria doutrina impõe, porque o que é um detalhe de doutrina aqui no Brasil, você encontrará esse mesmo detalhe de doutrina no Japão, na Russia, na Europa e em todo lugar que professa a fé adventista, sempre estará de acordo com a fé que professam aqui no Brasil. Isso é importante porque não confundem a cabeça de seus adeptos, acreditam em um padrão Bíblico e seguem aquele padrão e nada pode ultrapassar isso pois é confusão na certa.

Mas na Assembléia de Deus não é assim. Aqui mesmo em minha cidade é assim. Na minha igreja, do meu bairro, as pessoas tem como pecado mulheres usarem calça, jóias e maquiagens; já em outra congregação, no centro, a mesma igreja do mesmo ministério, já pode usar tudo. Não só em questão de usos e costumes, mas também a cerca de doutrinas Bíblicas.

Eu mesmo estava dando aula na classe dos jovens da minha igreja, e dei um estudo sobre o sistema do inferno e o destino dos ímpios. Fiz o estudo com base nas doutrinas pentecostais que defendem a existência de 3 infernos (Hades, Tátaro e Geena), e ali corri por todo o assunto possível para fazer com que os jovens entendam bem o sistema de uma doutrina bíblica, na qual cremos. Mas uma das jovens me perguntou sobre os céus, " O que tem nos 3 céus". Mas pra não fugir do assunto sobre o inferno prometi a elas que na próxima aulas falaríamos sobre os céus. Conversei com um obreiro, amigo meu, da igreja e pedi para que fosse em minha classe dar esse estudo sobre os céus, pois como ele é formado em teologia poderia, com toda base e veracidade dar esse estudo para os jovens.

No início da aula, ele empolgado, disse que iria falar sobre o céu, mas antes queria decorrer um pouco sobre o inferno, pra eles terem um resumo. Com isso, o irmão desconsiderou tudo que eu havia dito, sendo que ele não estava presente no domingo anterior, não sabendo do que eu havia ensinado aos jovens. Além de ensinar o contrário do que eu já havia posto, ele desconsiderou os créditos da doutrina que pertencia como, dizendo que não havia Tátaro, não existia Inferno eterno, que o hades era um espécie de purgatório e muitas outras heresias, que demorou muito para concertar o estrago que havia feito na cabeça dos meus alunos. Certo que conversei com o irmão logo após a EBD, e ali descobri que o desleixo de não termos um padrão e que temos uma porteira aberta para cada um defender o que acredita e não o que a Bíblia diz. Isso é preocupante e muito perigoso.

A minha maior revolta, no meio pentecostal e assembleiano, é essa falta de senso em chegarmos a um acordo em assuntos importantíssimos e fatais nas quais devemos ter um senso em conhecer. Já fiz várias vezes uma mesma pergunta a vários pastores e teólogos e as respostas são das mais diversas que nem imaginava de existir. Agora, se você perguntar uma única pergunta a vários Adventistas sabatistas, você obterá, dos mais diversos pastores uma única e mesma resposta. Porque há um controle teológico e doutrinário. E nós assembleianos deveríamos ter essa organização e cuidado com os preceitos de Deus.

Não tem um único domingo da escola dominical que um obreiro ou irmão não coloque defeito ou concorde integralmente com o que os comentaristas das nossas revistas de estudos Bíblicos dizem. Semana passado mesmo, vi muitos irmãos se dividirem a cerca de uma lição, onde um concordava com o autor e outros não, e tudo sem envolver Bíblia, apenas discordavam e não dava as razões bíblicas para tal discórdia. Isso que me deixa triste, muito triste.

A minha preocupação é que a maioria das Assembléias de Deus só se preocupa com avivamento e movimento, mas o conhecimento da Palavra de Deus é escarço. Muitos da minha congregação não sabem nem onde iremos morar na eternidade, e outros nem como Jesus vai voltar, e assim viram presas fáceis para as seitas que oferecem, com uma estrutura oca, vazia e leve, algo bem aceitável. Lamentável !

Deixo aqui meu desabafo, jamais sairei da denominação a qual pertenço para seguir uma correta, pois essa não existe. Existe a igreja de Deus, que com sinceridade busca seguir a integridade de uma vida cristã em qualquer lugar, buscando a salvação, não por obras da LEI (Cf Gálatas 2.16), mas por buscar mais em conhecer a Deus e os seus preceitos de amor.

Na paz em Cristo a todos

Neymarques Feitosa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MASTURBAÇÃO FEMININA

POR QUE NÓS CRISTÃOS DEVEMOS SER DIFERENTES?

COMO ASSIM OS TÍMIDOS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS?