LUTAS MMA X BÍBLIA


Me perguntaram muito se eu havia achado algo na Bíblia contra o MMA. O meu blog por ser taxado de ter assuntos polêmicos, na minha opinião o que está escrito aqui, não deveria ser recebido como polêmicos pelos cristãos, pois a Bíblia retrata de tudo que existe neste mundo, tanto importa ser da antiguidade ou da atualidade. Nós devemos ter na ponta do entendimento as coisas que acontecem ultimamente e fazer automaticamente uma comparação bíblica. 

Tudo que vem pra nós, deve ser passado pela peneira bíblica, comparar e perguntar o quê a Bíblia diz sobre tal coisa. E assim automaticamente quando se fala em lutas MMA, UFC e “esportes” do tipo, eu apenas penso neutro. “É algo que tem por aí...” Penso. Mas quando querem fundir cristianismo com lutas do tipo aí vou pra Bíblia.

Pessoas que se dizem cristãs que lutam MMA, e logo penso: “Será que essa pessoa não leu a passagem de 1 Coríntios 3.16-17?”.

Porque o que me dar respaldo para concluir que isso não é algo que agrade a Deus é a própria Bíblia. Veja: “Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque sagrado é o santuário de Deus, que sois vós” (1Coríntios 3.16-17).

Como que uma pessoa que se diz Cristã, vai agredir uma pessoa, e correr o risco de ser agredida e maltratar o corpo que é templo e morada de Deus. Como que uma pessoa que diz que ela não vive mais e sim Cristo nela, vai espancar o próprio Cristo que é o seu corpo? Sinceramente não acho respaldo, nem bíblico e nem moral, para apoiar essas lutas, que para o mundo pode ser normal, mas ultrapassando a linha cristã, já é “sacanagem” com os preceitos santos e puros do Todo Poderoso. 

E aqueles que não praticam, mas só assistem? Como ficam? A pena para quem pratica tais coisas são as mesmas para quem aprova (Romanos 1.32). Quando você compra algo roubado você está compactuando com o roubo, é tão ladrão quanto o que roubou. A mesma coisa é pra esse tipo de pecado.

Então amigo, por esse verso, podemos ter certeza que tanto quem Luta, como quem assiste e aprovam e torce estão compactuando com algo que não agrada a Deus. Vamos rever nossa característica santa e cristã e seguir em frente em busca de melhorar nossa vida moral e espiritual, nos afastando daquilo que não tem boa fama e nem louvor a Deus (Filipenses 4.8).

Na paz em Cristo a Todos

Neymarques Feitosa.


Comentários

  1. Mas que blog Legal e abençoado
    há muitoo tempo procuro um blog assim,
    não li todas as postagens mais lerei.
    dá uma ajudinha no meu:
    cantinhodadamah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Os que são CONTRA essa atividade esportiva (MMA - "Mixed Martial Arts"), dizem:
    1) O Espírito Santo de Deus não precisa de ajuda/ações humanas "inovadoras" para que o evangelismo aconteça, principalmente ações mundanas para dentro da igreja.
    2) A Bíblia declara que Deus odeia a violência! Salmo 11:5: "o Senhor põe à prova ao justo e ao ímpio; mas, ao que ama a violência, a sua alma o abomina".
    3) O Apóstolo Paulo escreveu: "quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus" (1 Coríntios 10:31). E no que esse esporte glorifica a Deus?
    4) 1 Timóteo 4:8 diz que "o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade ('exercício espiritual') para tudo é proveitosa".
    5) "...não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus" (1 Coríntios 6:19-20).
    6) "Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque sagrado é o santuário de Deus, que sois vós" (1 Coríntios 3:16-17).
    7) Jesus é manso e humilde (Mateus 11:29).
    9) Tanto quem pratica quanto quem assiste receberão o mesmo castigo de Deus: "...os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem" (Romanos 1:32).
    8) Para os cristãos reformados, o Catecismo Maior de Westminster, na pergunta 136, diz que os "espancamentos e ferimentos" são pecados diante de Deus.

    Os que são A FAVOR dessa atividade esportiva, dizem:
    1) Um lutador profissional é uma PROFISSÃO e "digno é o trabalhador de seu salário" (1 Timóteo 5:18). Uma profissão consensual e remunerada! O MMA tem regras, punições, contrato assinado, cachê, dono, empregador, chefe, patrocinador, equipe médica etc. como uma empresa qualquer.
    2) Se você procurar a definição de "violência" no Dicionário Aulete, vai encontrar: "emprego abusivo, geralmente ilegítimo, da força ou da coação com o fim de se obter algo". No MMA, os lutadores estão ali por que querem e obedecem a regras pré-definidas. Então, não há violência gratuita.
    3) Comparar os extintos gladiadores romanos com os lutadores de MMA é um terrível engano (Milton Neves foi o primeiro a dizer isso!). Gladiadores, em sua maioria esmagadora, eram escravos e não tinham escolha, senão lutar até morrer. Lutadores profissionais são livres para escolherem esse caminho e serem (bem) remunerados por isso.
    4) Romanos 14:22 diz: "assim, seja qual for o seu modo de crer a respeito destas coisas, que isso permaneça entre você e Deus. Feliz é o homem que não se condena naquilo que aprova".
    5) A Bíblia Sagrada não dá nenhum mandamento específico sobre desportos violentos. Pelo contrário, o Apóstolo Paulo toma o atletismo como exemplo, dentre vários outros, ao falar do nosso trabalho para o Senhor: "não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis" (1 Coríntios 9:24). Se o esporte, em si, fosse pecaminoso, Paulo jamais o tomaria como analogia da carreira cristã.

    Para pensar:
    1) "Nem tudo o que é lícito convém ao cristão" (1 Coríntios 6:12).
    2) O Apóstolo Paulo disse: "deixemos de lado o que constrange os irmãos de pequena fé" (Romanos 14).
    3) Como "seguir a Cristo é negar-se a si mesmo", decida se quer abrir mão da sua própria vontade, a vontade da carne, ou fazê-la (Mateus 16:24).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MASTURBAÇÃO FEMININA

POR QUE NÓS CRISTÃOS DEVEMOS SER DIFERENTES?

COMO ASSIM OS TÍMIDOS NÃO HERDARÃO O REINO DOS CÉUS?